logo psicologos em brasília_Mesa de trabajo 1

Introdução

O Khrushchevismo é uma corrente política que se desenvolveu a partir das ideias e práticas do líder soviético Nikita Khrushchev, que governou a União Soviética de 1953 a 1964. Durante seu mandato, Khrushchev implementou uma série de reformas e mudanças na política interna e externa do país, que tiveram um impacto duradouro na história da Rússia e do mundo. Neste glossário, vamos explorar em detalhes o que é o Khrushchevismo e como ele influenciou a política e a sociedade soviética.

Origens do Khrushchevismo

O Khrushchevismo teve suas raízes nas lutas internas do Partido Comunista da União Soviética (PCUS) após a morte de Josef Stalin em 1953. Khrushchev emergiu como o líder do partido e do país, e rapidamente começou a implementar uma série de reformas destinadas a romper com o legado de Stalin e promover uma abordagem mais liberal e reformista do socialismo. Suas políticas foram influenciadas por sua própria experiência como líder partidário e por suas visões sobre o futuro do socialismo na União Soviética.

Principais Características do Khrushchevismo

Uma das principais características do Khrushchevismo foi a sua ênfase na desestalinização e na crítica aberta ao regime de Stalin. Khrushchev condenou os abusos do poder stalinista e promoveu uma abordagem mais humanista e democrática do socialismo, defendendo a coexistência pacífica com os países capitalistas e uma maior abertura política e cultural na União Soviética. Suas políticas também incluíram a descentralização do poder e a promoção da autogestão e da participação popular na gestão do Estado e da economia.

Reformas Econômicas e Sociais

No campo econômico, o Khrushchevismo promoveu uma série de reformas destinadas a modernizar a economia soviética e aumentar a produtividade e o padrão de vida da população. Khrushchev introduziu o Plano Setenário, um ambicioso programa de desenvolvimento econômico que visava aumentar a produção agrícola e industrial, melhorar a infraestrutura do país e elevar o nível de vida dos cidadãos soviéticos. Suas políticas também incluíram a descentralização da gestão econômica e a promoção da inovação e da eficiência na produção.

Política Externa e Relações Internacionais

No campo da política externa, o Khrushchevismo marcou uma mudança significativa na abordagem da União Soviética em relação aos países capitalistas e ao movimento comunista internacional. Khrushchev defendeu a coexistência pacífica com o Ocidente e a busca de uma solução negociada para os conflitos internacionais, em contraste com a política agressiva de Stalin. Ele também promoveu uma maior abertura e cooperação com os países do Terceiro Mundo e apoiou movimentos de libertação nacional em todo o mundo, como uma forma de enfraquecer a influência do imperialismo ocidental.

Críticas e Controvérsias

Apesar de suas realizações e reformas, o Khrushchevismo também foi alvo de críticas e controvérsias dentro e fora da União Soviética. Muitos membros do PCUS e da elite soviética se opuseram às políticas de Khrushchev, considerando-as excessivamente radicais e prejudiciais aos interesses do Estado e do partido. Além disso, as reformas econômicas e sociais introduzidas por Khrushchev nem sempre tiveram os resultados esperados, levando a problemas de escassez e ineficiência na economia soviética.

Legado e Influência

Apesar das críticas e controvérsias, o Khrushchevismo deixou um legado duradouro na história da União Soviética e do socialismo mundial. As reformas e mudanças introduzidas por Khrushchev tiveram um impacto profundo na política, na economia e na sociedade soviética, moldando o curso do desenvolvimento do país nas décadas seguintes. O Khrushchevismo também influenciou outros líderes e movimentos socialistas em todo o mundo, inspirando uma nova geração de reformistas e progressistas a buscar uma abordagem mais democrática e humanista do socialismo.