logo psicologos em brasília_Mesa de trabajo 1

O que é Negação Patológica?

A negação patológica, também conhecida como negação psicopatológica, é um mecanismo de defesa psicológica que ocorre quando uma pessoa se recusa a aceitar ou reconhecer uma realidade dolorosa ou perturbadora. É uma forma extrema de negação que vai além do que é considerado normal ou saudável.

Características da Negação Patológica

A negação patológica é caracterizada por uma recusa persistente em aceitar a realidade, mesmo quando há evidências claras e objetivas que contradizem a negação. Pessoas que sofrem de negação patológica podem distorcer os fatos, minimizar a gravidade da situação ou até mesmo inventar histórias alternativas para evitar enfrentar a verdade.

Essa forma de negação é mais comumente observada em pessoas que estão lidando com traumas, perdas significativas, doenças graves ou situações de extrema dificuldade. A negação patológica pode ser um mecanismo de defesa temporário para lidar com emoções intensas, mas quando se torna crônica e interfere na capacidade da pessoa de funcionar adequadamente, pode ser considerada um transtorno psicológico.

Exemplos de Negação Patológica

Existem diversos exemplos de negação patológica que ilustram como esse mecanismo de defesa pode se manifestar. Um exemplo comum é o de uma pessoa que recebe um diagnóstico de uma doença grave, mas se recusa a acreditar nos resultados dos exames médicos e busca opiniões de outros profissionais na esperança de encontrar um diagnóstico mais favorável.

Outro exemplo é o de uma pessoa que está em um relacionamento abusivo, mas se recusa a aceitar que está sendo maltratada. Ela pode justificar as ações do parceiro, minimizar a gravidade dos abusos ou até mesmo culpar a si mesma pela situação.

Impactos da Negação Patológica

A negação patológica pode ter diversos impactos negativos na vida da pessoa que a utiliza como mecanismo de defesa. Em primeiro lugar, a negação impede que a pessoa enfrente e lide com a realidade, o que pode dificultar a resolução de problemas e a busca por soluções adequadas.

Além disso, a negação patológica pode levar a um isolamento social, já que a pessoa pode evitar situações ou pessoas que possam confrontá-la com a realidade que ela está negando. Isso pode levar a um afastamento de amigos, familiares e até mesmo de profissionais de saúde que tentam oferecer ajuda.

Tratamento da Negação Patológica

O tratamento da negação patológica geralmente envolve a psicoterapia, especialmente abordagens terapêuticas que visam ajudar a pessoa a enfrentar e aceitar a realidade. A terapia cognitivo-comportamental, por exemplo, pode ser útil para identificar e modificar padrões de pensamento distorcidos ou irracionais que contribuem para a negação.

Em alguns casos, pode ser necessário o uso de medicamentos para tratar sintomas associados à negação patológica, como ansiedade ou depressão. No entanto, é importante ressaltar que o tratamento deve ser individualizado e adaptado às necessidades específicas de cada pessoa.

Conclusão

A negação patológica é um mecanismo de defesa psicológica que ocorre quando uma pessoa se recusa a aceitar ou reconhecer uma realidade dolorosa ou perturbadora. Embora seja normal sentir negação em certas situações, a negação patológica vai além do que é considerado saudável e pode interferir na vida da pessoa. O tratamento da negação patológica geralmente envolve a psicoterapia e, em alguns casos, o uso de medicamentos. É importante buscar ajuda profissional se você ou alguém que você conhece está lidando com negação patológica.