logo psicologos em brasília_Mesa de trabajo 1

O que é Transtorno de ansiedade de separação?

O Transtorno de ansiedade de separação (TAS) é um distúrbio psicológico caracterizado por um medo excessivo e irracional de se separar de pessoas significativas ou de lugares familiares. É mais comum em crianças, mas também pode afetar adolescentes e adultos. Esse transtorno pode causar um impacto significativo na vida diária da pessoa, interferindo em suas atividades sociais, acadêmicas e profissionais.

Causas do Transtorno de ansiedade de separação

As causas exatas do Transtorno de ansiedade de separação ainda não são totalmente compreendidas, mas acredita-se que uma combinação de fatores genéticos, ambientais e neurobiológicos possa estar envolvida. Alguns estudos sugerem que a predisposição genética pode desempenhar um papel importante, pois o transtorno tende a ocorrer em famílias com histórico de ansiedade ou transtornos relacionados.

Sintomas do Transtorno de ansiedade de separação

Os sintomas do Transtorno de ansiedade de separação podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente incluem:

– Medo intenso e excessivo de se separar de pessoas significativas;

– Preocupação persistente com a possibilidade de acontecer algo ruim com as pessoas amadas durante a separação;

– Recusa em ir para a escola ou participar de atividades sociais por medo de ficar longe dos pais ou responsáveis;

– Pesadelos frequentes envolvendo a separação;

– Sintomas físicos, como dores de cabeça, náuseas, vômitos ou dores de estômago, ao se separar de pessoas significativas;

– Choro excessivo, birras ou comportamento de apego excessivo;

– Dificuldade em dormir sozinho ou em quartos separados dos pais ou responsáveis;

– Medo de ficar sozinho em casa ou em outros lugares;

– Necessidade constante de garantias e reafirmações de que as pessoas amadas estarão seguras durante a separação.

Diagnóstico do Transtorno de ansiedade de separação

O diagnóstico do Transtorno de ansiedade de separação é feito por um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou psiquiatra, por meio de uma avaliação clínica detalhada. O profissional irá avaliar os sintomas apresentados, a duração e a intensidade dos sintomas, bem como o impacto na vida diária da pessoa.

Tratamento do Transtorno de ansiedade de separação

O tratamento do Transtorno de ansiedade de separação geralmente envolve uma abordagem multimodal, que pode incluir terapia cognitivo-comportamental (TCC), terapia familiar e, em alguns casos, medicamentos. A TCC é uma forma de terapia que ajuda a pessoa a identificar e modificar padrões de pensamento negativos e comportamentos disfuncionais relacionados à ansiedade de separação.

Estratégias de enfrentamento para o Transtorno de ansiedade de separação

Além do tratamento profissional, existem algumas estratégias de enfrentamento que podem ajudar a pessoa com Transtorno de ansiedade de separação a lidar com seus sintomas:

– Estabelecer uma rotina diária previsível e consistente;

– Gradualmente expor-se a situações de separação, começando com pequenos períodos de tempo e aumentando gradualmente;

– Utilizar técnicas de relaxamento, como respiração profunda e meditação;

– Fazer exercícios físicos regularmente, pois a atividade física pode ajudar a reduzir a ansiedade;

– Buscar apoio de familiares e amigos;

– Evitar reforçar o medo e a ansiedade, oferecendo garantias excessivas ou permitindo comportamentos de evitação;

– Participar de grupos de apoio ou terapia em grupo, onde é possível compartilhar experiências e aprender com outras pessoas que enfrentam desafios semelhantes.

Conclusão

O Transtorno de ansiedade de separação é um distúrbio psicológico que pode causar um impacto significativo na vida da pessoa. É importante buscar ajuda profissional para o diagnóstico e tratamento adequados. Com o suporte adequado, é possível aprender a lidar com os sintomas e melhorar a qualidade de vida.