logo psicologos em brasília_Mesa de trabajo 1

O que é Zumbido somático?

O zumbido somático é um sintoma auditivo que se caracteriza pela percepção de um som contínuo nos ouvidos ou na cabeça, mesmo na ausência de estímulos sonoros externos. Esse ruído pode ser descrito de diversas formas, como um zumbido, chiado, apito ou até mesmo um som pulsante. O zumbido somático é diferente do zumbido objetivo, que pode ser detectado por outras pessoas através de exames clínicos. Neste glossário, iremos explorar em detalhes o que é o zumbido somático, suas causas, sintomas e possíveis tratamentos.

Causas do Zumbido somático

O zumbido somático pode ter diversas causas, sendo que algumas delas são mais comuns do que outras. Uma das principais causas é a disfunção temporomandibular (DTM), que afeta a articulação da mandíbula e pode causar dor e desconforto na região. Além disso, problemas na coluna cervical, como hérnias de disco ou compressão de nervos, também podem levar ao zumbido somático. Outras causas incluem distúrbios da articulação temporomandibular, como a síndrome da articulação temporomandibular (ATM), e problemas no sistema auditivo, como a perda de audição relacionada à idade.

Sintomas do Zumbido somático

Os sintomas do zumbido somático podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente envolvem a percepção de um som constante nos ouvidos ou na cabeça. Esse som pode ser de intensidade leve a intensa e pode ser contínuo ou intermitente. Além disso, algumas pessoas relatam que o zumbido somático piora em determinadas situações, como durante o estresse ou após a exposição a sons altos. Além do zumbido em si, algumas pessoas também podem experimentar outros sintomas, como tontura, dor de cabeça, dificuldade de concentração e problemas de sono.

Diagnóstico do Zumbido somático

O diagnóstico do zumbido somático é feito através da avaliação dos sintomas relatados pelo paciente e da realização de exames clínicos. O médico irá realizar um histórico médico detalhado, perguntando sobre os sintomas, a duração do zumbido, fatores que o desencadeiam ou pioram, entre outros. Além disso, exames de audição, como a audiometria, podem ser realizados para avaliar a capacidade auditiva do paciente. Em alguns casos, exames de imagem, como a ressonância magnética, podem ser solicitados para descartar outras possíveis causas do zumbido somático.

Tratamentos para o Zumbido somático

O tratamento do zumbido somático pode variar de acordo com a causa subjacente do sintoma. Em alguns casos, o tratamento da causa primária, como a correção de problemas na articulação temporomandibular ou o controle da dor na coluna cervical, pode ajudar a reduzir ou eliminar o zumbido somático. Além disso, o uso de aparelhos auditivos ou de dispositivos de mascaramento sonoro, que emitem sons suaves para mascarar o zumbido, também pode ser recomendado. Em casos mais graves, em que o zumbido somático causa um impacto significativo na qualidade de vida do paciente, a terapia cognitivo-comportamental (TCC) pode ser uma opção de tratamento.

Prevenção do Zumbido somático

Embora nem sempre seja possível prevenir o zumbido somático, algumas medidas podem ser tomadas para reduzir o risco de desenvolvimento do sintoma. Evitar a exposição a sons altos, utilizando protetores auriculares em ambientes barulhentos, pode ajudar a proteger o sistema auditivo. Além disso, manter uma boa postura e evitar o estresse excessivo na mandíbula e na coluna cervical também pode ser benéfico. É importante também buscar tratamento adequado para problemas de saúde que possam estar relacionados ao zumbido somático, como a disfunção temporomandibular ou problemas na coluna cervical.

Conclusão

Em resumo, o zumbido somático é um sintoma auditivo caracterizado pela percepção de um som contínuo nos ouvidos ou na cabeça. Suas causas podem variar, incluindo problemas na articulação temporomandibular, na coluna cervical e no sistema auditivo. Os sintomas podem ser variados e o diagnóstico é feito através da avaliação clínica e de exames específicos. O tratamento do zumbido somático depende da causa subjacente e pode envolver desde a correção de problemas na articulação temporomandibular até o uso de aparelhos auditivos ou terapia cognitivo-comportamental. A prevenção do zumbido somático envolve medidas como evitar a exposição a sons altos e manter uma boa postura.